Terminais rotulares de hastes metálicas igus, mas o que aconteceu com “a especialista em plásticos”?

Rebeca Tarragô | 14th setembro 2020

Esse ano apresentamos muitos lançamentos de produtos (você pode conferir todos os lançamentos aqui: https://www.igus.com.br/info/news-2020-overview).

Um dos novos produtos da linha igubal® se destaca especialmente: o novo terminal rotular de haste de metal. Isso é um erro no catálogo de novos produtos? O que este produto tem a ver com plásticos para movimentação? Muito mais do que parece à primeira vista. Saiba mais agora sobre este novo produto e porque foi desenvolvido.

Na maioria dos casos, as extremidades da haste igubal feitas de nossos polímeros de alto desempenho são fortes o suficiente para atender a todos os requisitos do cliente. Embora muito leves, podem suportar cargas muito elevadas e são totalmente isentos de corrosão. Além disso, não precisam de manutenção e são autolubrificantes.

No entanto, cada vez mais clientes nos procuram com requisitos que exigem uma capacidade de carga ainda maior. Por exemplo, um cliente recentemente precisou de terminais de haste M12 para equipamentos de ginásticas que precisavam suportar cargas de até 8kN. Uma extremidade da haste com um invólucro de polímero não pode fazer isso. No entanto, o cliente queria explorar as outras vantagens e, portanto, desenvolvemos o que chamamos de “terminais 2.0”.

Tecnologia igus escondida no mancal interno

extremidade de haste de metal igubal
Estrutura da extremidade da haste

À primeira vista, os terminais rotulares metálicos podem parecer extremidades de haste metálicas convencionais . No entanto, há uma diferença pequena, mas significativa: as extremidades da haste igubal têm um anel de polímero autolubrificante entre a caixa e a calota esférica. Isso significa que, agora, você também pode usar as vantagens de um terminal igubal livre de manutenção e lubrificação em aplicações de cargas altas, como equipamentos agrícolas e máquinas de construção.

Esta extremidade da haste é baseada em uma carcaça de metal. Sua resistência à ruptura é muito maior do que a de um invólucro de polímero. Dentro da caixa, há um mancal interno feito de iglidur® J, um polímero resistente ao desgaste com baixa absorção de umidade e baixo coeficiente de atrito, bem como uma esfera esférica de aço inoxidável.

No futuro, desenvolveremos outras versões, por exemplo, com carcaça de alumínio ou aço inoxidável ou com anel interno adequado para altas temperaturas ou contato com alimentos. Nos envie os detalhes da sua aplicação e teremos o maior prazer em fazer o terminal rotular que se adapta às suas necessidades.

Comente nesse artigo

Por favor deixe um comentário.

Seu comentário será aprovado por um moderador antes de ser publicado.