igus® e a Indústria 4.0 – Afinal, o que seriam os “Plásticos Inteligentes”?

Rebeca Tarragô | 22nd julho 2019

Já faz um tempo que a empresa Alemã vem falando sobre o tema “Smart Plastics” os chamados Plásticos Inteligentes aqui no Brasil… Nesse artigo, vamos tentar explicar um pouco mais sobre eles e porque a igus® tem investido muito na pesquisa e desenvolvimento de novas soluções para atender as demandas da indústria 4.0.

Sabemos que em um mercado cada vez mais competitivo, a busca por maximizar a produtividade e reduzir custos é constante. Para não perder a eficiência perante os concorrentes, as empresas devem sempre estar preparadas, pois falhas e paradas não planejadas podem impactar gravemente linhas de produção e consequentemente custar até milhões ao faturamento.

Com a chegada da indústria 4.0 diversas empresas tem buscado soluções para melhorar suas estratégias de manutenção que visem melhorar o desempenho e disponibilidade das máquinas e sistemas que operam nas linhas de produção e que podem aumentar a rentabilidade do negócio.

A igus® lançou os Smart Plastics com foco na indústria 4.0 – esses plásticos inteligentes consistem em nossas soluções de produtos de catálogo como guias lineares, esteiras porta cabos, cabos especiais, junto com módulos isenses® (sensores inteligentes que vão dentro ou sobre o produto e que são instalados juntos). Cada um dos módulos tem uma função, que pode ser desde medir o desgaste, avaliar possíveis quebras e falhas do equipamento, medir forças de tração e compressão e monitorar todo movimento e operação do item ao longo do tempo. 

O intuito dos plásticos inteligentes é aumentar a proteção contra falhas. Eles conseguem prever a data de substituição durante a operação, ou se algo está errado e se integram perfeitamente aos processos (manutenção preditiva).

Durante a operação em andamento, eles detectam o problema ou antecipam uma falha e emitem um alarme assim que o reparo ou a substituição é necessária. A conexão em rede por meio dos módulos de comunicação igus® (iCOM) permite a integração direta na infraestrutura da empresa e a notificação é enviada à um computador, tablet ou celular. Todos os dados também são armazenados em um banco de dados e cartão de memória para avaliação contínua do desempenho das máquinas e equipamentos.

Eles são uma alternativa excelente para todos os setores industriais onde falhas operacionais podem custar caro para a operação e impactar gravemente linhas de produção… onde o desgaste de componentes pode ser algo crítico, possibilitando que as empresas consigam monitorar constantemente suas operações e saber exatamente o momento em que um componente precisa ser substituído. Todos os setores industriais que adotam a manutenção preventiva como uma estratégia para maximizar a produtividade e reduzir custos podem ser beneficiados com os plásticos inteligentes da igus®.

Alguns exemplos dos produtos que podem ser monitorados junto aos módulos em máquinas e equipamentos industriais:

Cabos de dados, energia e outras mídias, esteiras porta cabos, buchas e rolamentos, mancais, guias lineares… todos esses componentes implicam em movimentação de algum equipamento/máquina e a falha dos mesmos podem implicar afetar todo o funcionamento do conjunto.

Principais vantagens:

  • Redução de custos de manutenção
  • Redução de tempo de inatividade
  • Vida útil longa
  • Melhoria do tempo de ciclo
  • Economia de tempo – apuração e verificação mais rápida das causas das anomalias e falhas sistêmicas.
  • Redução do consumo de energia

Um exemplo prático:

O módulo EC.W, por exemplo… esses sistemas monitoram o grau de desgaste das esteiras porta cabos por meio de um chip sensor integrado, indicando o tempo de vida útil do produto durante a operação e sinalizam o operador quando é necessário a substituição… aumentando a confiabilidade do equipamento, evitando o desgaste da máquina, possibilitando a manutenção preventiva e evitando o desligamento ou parada total da máquina…

Uma esteira que atuando por diversos anos em uma máquina, onde a abrasão for tão extrema que pode danificar a esteira, o chip irá emitir um alarme e aí o reparo pode ser planejado antecipadamente de acordo com a vida útil restante do componente. Assim o tempo de inatividade é eliminado ou minimizado. Legal né?

Os plásticos inteligentes da igus® já estão sendo utilizados por empresas em diversos países e aqui no Brasil, em fase de implementação.

Quer saber mais a fundo sobre essas soluções ou tem interesse em realizar um teste em sua empresa aqui no Brasil? Entre em contato conosco pelo e-mail: marketing@igus.com.br

Acesse o site e saiba mais: https://www.igus.com.br/info/predictive-maintenance-smart-plastics

Comente nesse artigo

Por favor deixe um comentário.

Seu comentário será aprovado por um moderador antes de ser publicado.