Todos conectados, agora você pode comprar produtos igus® Online!

Anunciamos recentemente que uma novidade estava por vir! E agora ela chegou! É isso mesmo, apostamos em mais um canal de vendas e relacionamento e lançamos o nosso e-commerce, a loja virtual da igus®! 

Buscando cada vez mais melhorar o relacionamento com nossos clientes, inovar em tecnologia e disponibilizar soluções para os mais variados mercados, a igus® vem mostrando a cada ano a importância da utilização de peças em polímeros em diversas aplicações, e vem crescendo significativamente em todos os segmentos.

Hoje atendemos todo o Brasil, com nossas linhas de produtos que hoje somam um portfólio de mais de 80 mil itens diferentes. Isso faz com que a igus® busque a cada dia estreitar o relacionamento com seus clientes e facilitar o acesso a seus produtos.

Com a constante globalização no mundo dos negócios e expansão do comércio eletrônico, sabemos que as empresas precisam se adaptar às novas tendências e inovar seus modelos de negócios.

Por isso, apresentamos o e-commerce da igus®, nossa loja virtual, visando facilitar a interação com o cliente, reduzir e otimizar o tempo envolvido no processo de compra e venda, e também oferecer a opção de produtos à pronta entrega, que são enviados em 24 horas após a aprovação da compra!

Confira mais essa novidade, acesse: http://www.lojaigus.com.br

Aos poucos, estamos adicionando cada vez mais itens de nosso portfólio para continuar atendendo as mais diversas demandas e ampliando nossa loja virtual.
Fique de olho! Acompanhe!

Hoje é dia do conservacionismo!

Hoje é dia do conservacionismo. Você sabe o que isso significa?

É um movimento que visa a proteção dos recursos naturais do planeta para o futuro, incluindo as espécies de animais. Este cuidado é importantíssimo para que o mundo continue nos permitindo desenvolvimento, inovação e – claro – sustentabilidade e vida para todas as espécies!

Nós também pensamos no bem estar do meio ambiente com nossas soluções, que não necessitam de lubrificação. Parece sem pé e nem cabeça, mas vamos explicar…

Você sabia que 50% dos lubrificantes vendidos  no mundo acabam sendo depositados no meio ambiente?

Que 1 Litro de óleo 1.000.000 de litros de água potável?

Assim como a igus® em relação às aplicações de máquinas e equipamentos indústrias, o conservacionismo abrange a manutenção, a preservação e também a restauração (ou recuperação) só que do meio ambiente.

Com as buchas de tribo-polímero, os custos de compra podem ser reduzidos em 40% comparado com as soluções metálicas. Além disso, os usuários podem também reduzir os seus custos eliminando a lubrificação externa. Dessa forma, evita-se o uso de lubrificantes adicionais e os tempos de inatividade das máquinas são significativamente reduzidos. Os seguinte gráfico informativos mostra esses pontos relacionados à evitar lubrificação adicional.

Para saber mais, acesse: http://www.igus.com.br

Livre-se da graxa! Os rolamentos pillow block de plástico da igus substituem as soluções de metal

O novo rolamento pillow block xiros livre de lubrificação garante condições limpas na indústria alimentícia e de embalagens

As autoridades impõem altos requisitos higiênicos para componentes de máquinas utilizadas na indústria alimentícia e na indústria de embalagens. A igus agora desenvolveu um novo rolamento pillow block com esferas feito do plástico de alto desempenho xirodur B180 em conformidade com a FDA. Com o novo rolamento xiros que desliza suavemente, o usuário economiza 83% do peso em comparação com as soluções de metal. Graças às mesmas dimensões do espaçamento dos furos, uma substituição 1:1 é rápida e fácil.

Rolamento pillow block livre de lubrificação feito de xirodur B180 substitui soluções de metal na indústria alimentícia e de embalagens.

Os rolamentos pillow block desempenham um papel fundamental na indústria alimentícia, em transportadoras de rolos ou esteiras transportadoras. Eles garantem uma rotação suave dos eixos, mesmo sob cargas elevadas. Os rolamentos pillow block de metal possuem um alto atrito devido ao seu revestimento e preenchimento com lubrificante. Isso significa, por exemplo, que os rolos de uma esteira transportadora param de girar e que ela se desgasta. Isso acaba resultando em paradas das máquinas e custos altos por inatividade. A manutenção de rolamentos que fazem o uso de lubrificantes gastam tempo e dinheiro. O uso de lubrificantes e metal corrosível não cumprem os requisitos higiênicos da indústria alimentícia. Por isso, a igus desenvolveu uma solução livre de lubrificação com componentes em conformidade com a FDA: os novos rolamentos pillow block com esferas feitos do plástico de alto desempenho xirodur B180. Devido ao seu material especial e esferas de aço inoxidável, o rolamento é muito suave e resistente à corrosão.

Economize 83% de peso com os rolamentos pillow block xirodur B180

Graças às dimensões idênticas do espaçamento dos furos, os rolamentos de metal existentes podem ser substituídos 1:1 com a solução livre de lubrificação. Quando substituídos, devido à sua construção compacta, o usuário economiza 83 por cento do peso em comparação com rolamentos pillow block de metal. Os rolamentos pillow block xiros com esferas podem ser enxaguados e são adequados para ambientes de até +80 graus Celsius. Além de serem capazes de resistir a altas cargas, os rolamentos também resistem a 50 quilos com até 850 revoluções por minuto. O novo rolamento pillow block feito de xirodur B180 é atualmente usado pela igus para eixos com um diâmetro de 25 milímetros. Outros tamanhos estão disponíveis a pedido.

Saiba mais em: https://www.igus.com.br/wpck/19992/N17_07_11_pillow_block_xirodur_B180

 

motion plastics® – Aplicações igus® em vagões

Movimentação de forma fácil e eficaz com os motion plastics® – Aplicações igus® em vagões.  

Soluções motion plastics® para a tecnologia ferroviária. Componentes mecânicos duráveis, resistentes e confiáveis para a indústria de transporte. Com operação livre de manutenção e alta confiabilidade são usados nas mais variadas aplicações e condições dinâmicas.

Saiba mais em: http://www.igus.com.br/ferroviario

Mas afinal, para que servem as esteiras porta cabos?

Você também já fez essa pergunta?

Os novos equipamentos industriais, máquinas e sistemas automatizados realizam diversos tipos de movimentos para obter o máximo de produtividade e rapidez nos processos industriais…

Esses sistemas utilizam cabos que transmitem sinais, potência, dados ou diversas outros comandos e mídias. As esteiras porta cabos, exercem a função de organizar e proteger os cabos e mangueiras dos equipamentos, direcionando os movimentos sempre de um ponto até outro, otimizando a aplicação sem alterar o curso do deslocamento.

Ou seja, elas tem a seguinte tarefa: O fornecimento seguro de energia e dados para os equipamentos realizam movimentações.

A igus, empresa especializada em produtos para movimentação, costuma dizer que os sistemas de esteiras porta cabos são o “cordão umbilical da automação”. Nas máquinas modernas, as esteiras porta cabos estão diretamente ligadas ao perfeito funcionamento e aumento da produtividade, além de reduzir/eliminar o desgaste e estresse físico dos cabos e mangueiras nos equipamentos e paradas não planejadas. Elas evitam o evitando o “emaranhamento” e torção dos mesmos, além de melhorar a segurança para aqueles que operam as máquinas.

Porque esteiras porta cabos feitas em polímero são melhores? 

Não importa o quão especializado o design do sistema de esteira porta-cabos seja, sem materiais que são propriamente capazes de amortecer vibrações, danos e falhas ainda podem ocorrer eventualmente. Comparando as esteiras porta cabos feitas em polímero com as esteiras metálicas, vemos que os materiais de plástico são muito melhores e possuem diversas vantagens técnicas. Uma das principais está no amortecimento das forças de vibração, devido ao comportamento viscoelástico dos plásticos. O material plástico igumid G, que compõe as esteiras porta cabos® em plástico da igus®, é uma mistura proprietária, feita de uma base de uma poliamida 6 reforçada (PA6).

Misturas como esta de polímero são também capazes de amortecer vibrações ao usar a interface entre os componentes do material (isto é: fibras e outras estruturas misturadas ao longo da base de polímero) como um mecanismo para reduzir forças vibratórias. Quando comparado a outras opções de esteira de metal ou outro plástico, igumid G oferece uma capacidade de amortecer forças de vibração muito maior.

Além de serem mais estáveis, elas também possuem um funcionamento silencioso, são resistentes à altas temperaturas e à diferentes meios, sejam eles úmidos, sujos, aplicações exigentes… Elas são extremamente resistentes e possuem uma vida útil mais longa que as metálicas.

Elas também são desenvolvidas, para uso universal. Veja alguns dos diferenciais:

  • Utilizadas para diversos tipos de movimentos.
  • Instalação com economia de espaço.
  • “Portar” cabos bus sensíveis, cabos de dados e fibra óptica, assim como outras formas de energia como eletricidade, gás, ar e líquidos.
  • Podem ser utilizadas em casos que exigem alta capacidade dinâmica e demandas difíceis que afetam a vida útil dos cabos e mangueiras.
  • Operação em uma grande variedade de ambientes e climas.
  • Altas acelerações.
  • De montagem simples, sistemas modulares.
  • Manutenção reduzida e livre de lubrificação.

Projetadas para guiar e proteger
As esteiras porta cabos reduzem os tempos de inatividade e aumentam a vida útil de cabos e mangueiras. El
as tem sido desenvolvidas, produzidas e testadas pela igus® desde 1971, que atualmente conta com um portfólio de mais de 80.000 tipos em estoque. 

Para ver alguns exemplos de aplicação das esteiras porta cabos, acesse: https://www.igus.com.br/wpck/2876/designing_applications

Quer saber mais?
Visite: http://www.igus.com.br/echain

Plástico ou Metal?

Ainda tem dúvidas sobre as vantagens de usar componentes feitos em plástico ao invés de metálicos em suas aplicações?

Há muito tempos os materiais metálicos são escolhidos para soluções mecânicas por terem essa imagem de que são mais robustos e fortes e é muito comum subestimar a força dos plásticos compostos e suas habilidades. De alguns anos para cá, o uso de polímeros de engenharia em aplicações que envolvam movimentação, passou a ser cada vez mais frequente.

Vamos usar como exemplo rolamentos e mancais feitos em polímero, resumimos aqui alguns dos benefícios que eles promovem sobre os metálicos:

  • São resistentes ao desgaste
  • Promovem uma redução de custos em até 40% – pois são livres de lubrificação e livres de manutenção.
  • São resistentes à corrosão e higiênicos
  • Resistentes à sujeira, poeira e umidade
  • Os produtos igus possuem vida útil previsível, ou seja, é possível calcular a vida útil que o produto terá de acordo com a sua aplicação, facilitando possíveis eventuais manutenções preventivas.

Por serem feitos de polímeros e compostos especiais esses materiais apresentam grandes vantagens técnicas em aplicações que envolvem movimentação. Graças à sua elasticidade, eles também podem suportar altas cargas, fortes choques e impactos que podem quebrar as buchas e rolamentos metálicos.

Dê uma chance aos polímeros de engenharia e se surpreenda!

Buchas em polímero substituem com vantagens buchas metálicas

Ao longo das últimas 3 décadas, houve uma revolução no avanço e uso de plásticos altamente projetados em aplicação de buchas. Um fato desconhecido por muitas pessoas é de que as buchas em polímero iglidur® têm substituído com êxito as buchas metálicas sinterizadas há mais de 35 anos.

Buchas de plástico agora são projetadas para elevarem-se em alta velocidade e resistência, temperaturas extremas, produtos químicos cáusticos, e uma ampla gama de outros requisitos de aplicação e fatores ambientais.

E a fabricação de componentes em polímeros especiais por injeção oferece uma série vantagens imediatas:

  • São totalmente livres de lubrificação.
  • Possuem vida útil elevada e baixo atrito independentemente do tipo de movimento

Em vez ser regado com óleo e lubrificantes, o material das buchas em polímero é robusto e homogêneo, garantindo que ele opere de maneira eficaz independentemente do tipo de movimento ou da velocidade sem necessitar que seja lubrificado.

Comparação dos dois tipos de buchas – Plásticas x Metálicas 

Em cima: Buchas metálicas sinterizadas
O óleo [1] é absorvido pelo corpo poroso da bucha metálica [2] e garante a lubrificação apenas com velocidades de rotação elevadas. A camada de óleo necessária para garantir o funcionamento correto das buchas metálicas não existe em caso de movimentos de rotação lentos, lineares ou oscilantes. Regra geral, a quantidade de óleo disponível diminui ao longo do tempo de funcionamento.

Em baixo: Buchas de polímero iglidur®
A estrutura robusta e homogênea em polímero com lubrificantes sólidos e fibras de reforço [3], mas sem óleo absorvido, garante que os lubrificantes sólidos incorporados no material asseguram sempre a funcionalidade da bucha independentemente do tipo de movimento ou velocidade. Existe muito pouco atrito e desgaste ao longo de toda vida útil das buchas.

O desgaste é ponto crucial
As buchas metálicas, acabam sendo desgastadas durante a operação, nas buchas com película PTFE, por exemplo, a película fica desgastada gerando um efeito de metal sobre metal entre a bucha e o eixo; isso pode causar danos sérios ao eixo, ou desgaste da bucha. Este problema é muito comum quando buchas são usadas em aplicações de oscilação, ou onde altas cargas estão presentes nas bordas das buchas.

Em comparação, buchas desenvolvidas em plástico são feitas de compostos de polímeros avançados, que contém partículas de lubrificante sólido embutido em milhões de minúsculas câmaras ao longo de todo o material. Durante a operação, essas partículas de lubrificante sólido são transferidas para o eixo para ajudar a baixar o coeficiente de atrito e a taxa de desgaste, e eliminar o risco do contato de metal com metal.

Nas buchas de polímeros autolubrificantes os lubrificantes sólidos ficam embutidos em milhões de câmaras minúsculas do material principalmente reforçado com fibra. Durante a operação, a bucha transfere lubrificante para o eixo para ajudar a baixar o coeficiente de atrito. Ao contrário de uma bucha metálica, as buchas de polímero liberam lubrificantes sólidos assim que a bucha ou o eixo são colocados em movimento. Os materiais reforçados com fibra dentro dela resistem à altas forças ou à cargas laterais. Elas também podem ser utilizadas ​​em diversos tipos de eixos.

Para entender melhor como as buchas de polímero funcionam…

 

polímero base é crucial para a resistência ao desgaste.

 

Fibras e materiais de enchimento reforçam a bucha para suportar grandes forças ou cargas de ponta.

 

Finalmente, os lubrificantes sólidos automaticamente lubrificam as buchas e evitam o atrito no sistema.

Além das propriedades gerais, cada bucha iglidur® contém uma série de características especiais, desenvolvidas de acordo com cada tipo de aplicação particular em certos ambientes e necessidades, como para altas e baixas temperaturas, para ambientes úmidos, ou que sofrem com altas cargas.

No quesito preço, se formos comparar as buchas de plástico com outras buchas metálicas simples, os preços típicos por peça são muito similares. No entanto, as buchas de plástico eliminam qualquer necessidade de manutenção e lubrificação constante. Assim, ao longo da vida útil da bucha, as buchas de plástico autolubrificantes são geralmente mais econômicas e promovem maior redução de custo.

Tá esperando o que?

Soluções igus® para siderúrgicas e ambientes de trabalho exigentes

Ambientes com condições extremas em termos de calor e poeira, altas demandas de precisão, aplicações com cursos longos e equipamentos com movimentos dinâmicos, requerem soluções especiais e individuais para cada aplicação. A igus® conta com diversas soluções que podem otimizar as aplicações com movimentação em siderúrgicas e metalúrgicas! Reduzindo custos e facilitando o trabalho no dia a dia!

Nós temos a solução para inúmeros problemas enfrentados nessa indústria e evitamos completamente o aço e outros metais em nossos materiais. Mesmo em muitas aplicações pesadas, os sistemas de aço foram substituídos com sucesso por sistemas de fornecimento de energia feitos de plásticos de engenharia, de alto desempenho devido à sua extraordinária adequação e vantagens.

Alguns benefícios e diferenciais que você pode encontrar nessas soluções são:

  • Sistemas e soluções resistentes à corrosão
  • Design econômico e modular
  • Vida útil longa, com custos mínimos de manutenção
  • Resistência contra sujeira, produtos químicos e temperaturas elevadas
  • Material comprovado e testado com garantia do sistema igus®
  • Peso baixo com alta estabilidade
  • Certificado TÜV

Principalmente as esteiras porta cabos da igus® estão sendo muito mais utilizadas em milhares de aplicações, guiando protegendo cabos, linhas de dados e mangueiras em siderurgias.

Elas tem um sistema modular e são, além de tudo, fáceis de montar, transportam todos os tipos de condutores e são ideais para condução livre de desgaste de cabos e mangueiras rígidas. As esteiras porta cabos feitas de polímero podem lidar com cavacos quentes em temperaturas até +850°C, entre outras coisas.

Há algum tempo atrás era comum serem utilizados sistemas de esteiras porta cabos metálicas nesse tipo de indústria, mas aqui abaixo, apresentamos de forma interativa alguns argumentos que demonstram os diferenciais que as esteiras porta cabos, feitas em polímero de engenharia podem ter sobre essas soluções metálicas:

 

 

 

 

 

Você também pode saber mais informações em: https://www.igus.com.br/wpck/5393/steelworks

Confira aqui abaixo alguns exemplos reais de aplicações de sistemas de esteiras porta cabos em siderúrgicas e metalúrgicas:

Página 4 de 22« Primeira...23456...1020...Última »