Conferência de imprensa.

Na manhã de ontem (28/05) foi a estreia oficial da iglidur® on tour no Japão. Trinta e dois jornalistas compareceram ao hotel luxuoso no centro de Tóquio para nossa conferência.

Kunihiko Kitagawa (ou Kenny, soa mais fácil para que não é japonês), diretor da igus® Japão, começou informando aos jornalistas a história da igus®, como funciona nossos produtos iglidur® e contou um sobre a turnê.

Nós iremos explorar a ilha toda, dirigindo por toda costa. Iremos rodar pelo menos 4.500 km. Por cada quilometro percorrido, a igus® Japão irá doar um euro para uma fundação que ajuda crianças que sofreram com o Tsunami de 2011.

Um dos pontos altos da conferência foi o discurso do Sr. Sickert, que estava representando a embaixada alemã.  A embaixada Alemã nos ajudou com o registro do carro, em um momento bem complicado.

O Sr. Sickert se referiu a igus® como uma companhia inovadora que representa muito bem o “Mittelstand” Alemão: “Com produtos altamente especializados, vendas, instalações de produções em vários continentes além de um marketing excelente. A igus® é um ótimo exemplo da bem sucedida Mittelstand.” O alemão “Mittelstand” é composto por empresas de médio porte que são considerados como a espinha dorsal da economia alemã.

Após o seu discurso, os jornalistas tiveram a oportunidade de conferir nossos produtos e fazer perguntas. Em várias mesas foram apresentada gama de produtos da igus®

Terminando a conferência, nós deixamos Tóquio. Nossa primeira parada será em Isesaki, aonde visitaremos nosso primeiro cliente. Três semanas de visitas, dirigindo e se aventurando. E que comece a turnê!

O ultimo obstáculo.

Nosso carro tomou parte na Exposição de Engenharia Automotiva em Yokohama. Desde 1992 a exposição é composta todo ano com mais de 400 expositores. Apesar do grande numero de expositores, era possível achar o nosso carro sem saber ao certo onde estava o nosso estande. Você poderia seguir facilmente as sacolas laranja da igus®. Quanto mais perto do carro, maior era o numero de pessoas com as nossas sacolas. Quando percebemos, elas estavam em todos os lugares. Durante os três dias do evento, nós entregamos mais de 3.000 sacolas.

E é claro que no evento, você poderia também encontrar com alguns dos nossos clientes. Este fabricante de carros é um dos nossos clientes indiretamente. Nós entregamos a empresa que está fornecendo o sistema de ar condicionado (AC) para um modelo de carro semelhante.

Quando o ar condicionado é ligado, as laminas da frente são abertas. As buchas iglidur® aplicadas nas dobradiças garantem um movimento suave das laminas. O fornecedor utiliza a iglidur® resistente a sujeira, devido a sua leveza comparada com as buchas metálicas e também por serem livre de lubrificantes e manutenção. As buchas iglidur® um movimento suave e sem ruídos, além de enfrentar o vento e sujeiras.

Nossas buchas conseguem facilmente enfrentar sujeiras e moscas que batem no carro iglidur® em movimento. Enquanto o nosso farol, aparentemente, não pode. Fomos informados que o nosso farol, não está mais funcionando.  Mas um farol quebrado não irá interromper a nossa turnê.

Enquanto o carro está passando pelas modificações exigidas, eu tive a chance de descobrir mais sobre Tóquio. Desta vez junto a minha namorada, pois ela veio passar alguns dias por aqui.

Por mais que Tóquio seja uma cidade moderna, você ainda pode encontrar alguns prédios antigos. Um exemplo é a estação de metro principal, ela esta localizada no distrito financeiro de Tóquio.

Outro exemplo da “antiga” cidade é a torre de Tóquio. Antes da inauguração da Skytree, esta torre era o maior prédio da cidade.

Você consegue ter uma ótima vista da torre próxima a um templo.

Eu acabei de voltar de um escritório que está tomando conta do registro do carro. Este era o ultimo obstáculo no longo processo de registro. Aparentemente, houve um problema por eu ter escrito o meu endereço com a letra alemã “ß”. E em outro documento, com a letra “ss” (o que basicamente significa a mesma coisa). De alguma maneira, nós conseguimos esclarecer que os dois endereços são os mesmos. Pelo fim do dia, finalmente conseguimos a licença para dirigir. Agora podemos começar a explorar o Japão. Quinta-feira, após a conferência de imprensa, nós iremos deixar Tóquio.

Mantenho vocês informados,

Sascha.

Bem vindos ao país do sol nascente.

Chegamos à metrópole mais populosa do mundo, Tóquio. Aproximadamente trinta e seis milhões de pessoas vivem e trabalham aqui.

Embora conseguimos obter nosso carro iglidur® facilmente pela alfândega, irá demorar um pouco para obter a licença para dirigir.

A data marcada para o começo da turnê é dia 28 de maio. Antes de começarmos a viajar pelo país do sol nascente, nós precisamos obter vários documentos. Por exemplo, precisamos de um “certificado de estacionamento”.  Qualquer pessoa que deseja registrar um carro deve trazer uma prova de um espaço para estacionar existente. Esta é uma medida para reduzir o tráfico em Tóquio. Além dos documentos, precisamos fazer algumas modificações no carro. Depois teremos que passar no teste de inspeção e gás de exaustão. Depois deste longo processo, será liberada nossa licença para dirigir. Enquanto acontece a modificação e inspeção, o carro fará parte do nosso estande em uma feira automotiva.

Desde minha chegada, a primeira coisa que vi foram escritórios bem organizados do estado. Fomos até a embaixada alemã, e eles verificaram a minha identidade para que a minha habilitação de condução seja liberada.

Minha primeira impressão de Tóquio foi uma cidade limpa e bem organizada. Você não irá encontrar sujeira em Tóquio, pelo menos não no centro da cidade. As estações do metro são tão limpas que você pode comer no chão sem problemas. Os trens do metro param sempre no mesmo lugar, ou seja, se você ficar no local indicado na estação o trem irá parar bem na sua frente. Talvez por ser uma cidade tão lotada, tudo precisa ser bem organizado para que não ocorra nenhum problema. Um exemplo que mostra como Tóquio é cheia de pessoas, é a rua em frente da estação Shibuya. Todos os dias milhares de pessoas estão passando pelo cruzamento principal.

Por um lado Tóquio é uma cidade muito moderna, mas por outro lado é bastante “antiga” e tradicional. Um exemplo de modernidade é o distrito de Akihabara, a “cidade dos eletrônicos”. Aqui você irá encontra dezenas de animes e lojas de eletrônicos.

Já em outros distritos encontramos a parte mais antiga e tradicional de Tóquio, aonde as ruas são bem estreitas e cheias de casas tradicionais.

O coração deste distrito é um grande templo.

Aqui você pode vivenciar os dois lados de Tóquio, a frente um templo tradicional e ao fundo as casas modernas e arranha-céus futurísticos.

Com uma altura de 634 metros, a Skytree (famosa torre de Tóquio) tem visão para tudo. É a torre mais alta do mundo e segue a torre de Xangai como o segundo maior edifício do mundo.

Um colega me convidou para participar um famoso festival religioso, chamado Sanja Matsuri.

Neste festival é apresentado cerca de cem mikoshi (santuários portáteis). Em que deuses são simbolicamente colocados dentro dos mikoshi e desfilam pela cidade trazendo boa sorte aos negócios e para as casas locais.

Eu tive a honra de carregar um destes santuários que são incrivelmente pesados.

Depois fui informado que foi uma oportunidade rara. Um colega japonês me disse que é uma honra para todos os japoneses participar deste evento. E ele infelizmente nunca teve a chance de participar.

Enquanto esperamos pela licença de direção, irei mostrar mais para vocês desta cidade fascinante.

Sascha.

 

Com a igus® no topo.

Taipé, a capital de Taiwan, é conhecida mundialmente pelo seu magnifico arranha-céu. O Taipeh 101 foi o maior prédio do mundo por seis anos, até a abertura do Burj Khalifa em Dubai.

Ninguém iria se atrever a trocar o elevador mais rápido do mundo por mais de 2.000 degraus. O elevador demora cerca de 40 segundo do primeiro andar ao octogésimo nono andar. Diferente de todos, o atleta Görge Heimann pratica um esporte diferente. Ele evita elevadores, não por problemas de claustrofobia, mas pelo prazer de subir escadas. O professor de Colônia – Alemanha tem participado da competição “Towerrunning” por muitos anos.

Um juiz mensura cada tempo o tempo de subida de cada corredor. Görge é um dos mais rápidos, e é um dos Tops 10 do mundo inteiro. Desta vez ele corre junto a bandeira da igus® na World Grand Pix Towerruning Cup em Taipei. Juntos pertencendo à elite mundial, juntos buscando a perfeição.

Em 12 minutos e 45 segundos, ele subiu os 2.046 degraus! A foto abaixo foi tirada na competição Towerruning em Las Vegas.

Ele ficou atrás do Australiano Mark Bourne (10:46), que ganhou o ouro. Görge conseguiu ficar em sexto lugar.

Enquanto Görge precisa de um descanso, já que ele subiu as escadas até o topo do prédio. Os produtos da igus® continuam trabalhando dia e noite, sem descanso. Nenhum corredor leva o mesmo tempo para subir e descer prédios como a igus®. Para uma descida segura do elevador, eles confiam em nossas buchas e esteiras. As buchas iglidur® asseguram um movimento suave na abertura das portas do elevador.  E nossas esteiras E-Chain®, protegem os cabos garantindo o fornecimento de energia.

Por exemplo: Os cabos do elevador pendurados sob este elevador do carro (Bonn, Alemanha), foram expostos a corrente de ar constante causada por um sistema de ar forçado para a instalação de alarme de fumaça e isso resultou em movimento lateral indesejável. A combinação de um igus® E2/000 E-Chain® e um duto de chapa agora oferece a estabilidade necessária para o sistema de fornecimento de energia.

Embora o voo de Görge tenha sido na mesma noite da competição, ele não queria sair de Taipei sem conhecer e sentar no carro iglidur®. Enquanto Görge testa seus limites subindo escadas, nosso carro esta fazendo o mesmo. Dirigindo 10.000km ao redor do mundo.

Taiwan, um paraiso para os mountain bikers.

Taiwan tem uma incrível diversidade de natureza e paisagens maravilhosas (como as montanhas gigantes que dividem a ilha). Você pode encontrar várias trilhas tanto para caminhadas como para bicicletas. Que torna Taiwan um sonho para os ciclistas. Algumas destas trilhas são bem estreitas, escorregadias e próximas a precipícios. Como você pode imaginar, são bem perigosas. Se a bicicleta falhar, isso pode ter consequências fatais para a saúde do ciclista. A igus® ajuda a melhorar o desempenho da sua bicicleta, para que assim você confie em seu equipamento e concentre apenas na trilha.

Você consegue encontrar a igus® em todo local da sua bicicleta, do freio ao pedal. Grandes indústrias como GIANT, SPRAM e APRO TECH estão associadas à igus® por muitos anos. Se você perguntar para eles sobre vantagens, todos irão te responder como são leves as buchas da igus® além de serem auto lubrificantes. APRO TECH, uma indústria de bicicletas situada em Taiwan, vem usando as buchas iglidur® há mais de cinco anos em seus garfos de suspensão. Eles veem o ótimo funcionamento e a vida longa da iglidur® como um ponto que se destaca entre as outras empresas.

Você pode encontrar iglidur® em vários tipos de suspensão em bicicletas, muitas vezes nas melhores e mais caras do mercado. Por exemplo, a mountain-biker Sabine Spitz (medalha de ouro nas olimpíadas de Pequim 2008), confiou nas buchas da igus® no seu garfo de suspensão sensível. Nossas buchas são usadas para encarar choques repetitivos e altas cargas. Para mais informações confira: http://www.dpaonthenet.net/article/56139/Mountain-bike-suspension-poses-extreme-test-for-bearings.aspx

Veja como a igus® ajuda a manter as bicicletas no caminho certo:

https://youtu.be/ME9Xu4bYjhM

SPRAM, uma companhia dos Estados Unidos, fornece uma fabricação ampla de componentes para bicicleta. Na maioria de seus componentes, as buchas iglidur® estão lado a lado. A filial asiática fica situada em Taichung. Encontramos com a engenheira chefe de lá, e ela nos contou que está com a igus® há muitos anos. Para ela o ótimo suporte da equipe da igus® e confiabilidade são grandes pontos da igus®.

https://youtu.be/0H4TqlOa0ro

Dirigir em Taiwan, não é somente uma aventura para bicicletas, mas também para os carros. Existe uma estrada que passa pelo Parque Nacional de Taroko e em um famoso canyon da ilha. Antes de chegarmos ao canyon, passamos pela “Árvore Divina” que se presume ter cerca de três mil anos de idade.

Da Árvore Divina demora cerca de uma hora em meio de árvores antes de chegarmos ao vale, que marca a entrada ao canyon. Durante a viagem até o canyon, vimos vários pequenos templos.

Não vimos nenhum Aborígene, mas eles vivem próximos à estrada que leva ao canyon. É apenas uma coincidência, mas há uma pedra muito parecida com um famoso índio da América do norte. Consegue reconhecer o rosto?

Veja o carro passando por Mt. Hehuan e pelo Parque Nacional de Taroko:

https://youtu.be/QNs59pxMiNw

Assim que saímos do canyon, o clima ficou um pouco ruim. Enquanto o Ocidente é meio que protegido por suas montanhas, o Oriente está enfrentando tempestades vindas do mar. Aqui o nosso carro está enfrentando ventos fortes e chuvas tropicais. Ruim para nós, mas não é problema para a iglidur® a prova d’agua.  Ainda continuamos nossa turnê para o sul. Enquanto isso, paramos em uma famosa caverna de Taiwan.

Infelizmente para entrar na caverna, não é possível com o carro. Apenas a pé.

Fiquei bem assustado quando meu colega de repente chamou minha atenção, mostrando que havia uma cobra bem abaixo do degrau em que eu estava (um minuto antes vimos uma placa avisando que há serpentes venenosas por lá).

Fizemos um vídeo enquanto viajamos pela costa de Taiwan, confira:

https://youtu.be/9SOLW5OEuvM

Isso é tudo por hoje, escrevo mais a vocês assim que chegar no Sul.

Sascha.

Do ocidente para o oriente.

Uma viagem em meio de montanhas altas necessita que seu carro tenha um ótimo desempenho. Tudo precisa funcionar direito ou haverá grandes consequências.

Uma parte que ajuda o seu carro a ter um bom desempenho é o tensor da correia. Este dispositivo funciona no fornecimento de correias do motor dando a quantidade certa de tensão através de uma polia tensora. Fazendo isso, os componentes como o alternador ou a bomba de direção hidráulica trabalham melhor e sem problemas.

Um cliente de Taipeh, que é especialista em tensores da correia, utiliza os produtos da igus®. A nossa iglidur® J ajuda a amortecer as vibrações e ajudar no trabalho dos tensores. Antes de este cliente descobrir as buchas da igus®, ele utilizou outras buchas em polímero.

Ele mudou para a iglidur® J para conseguir um melhor desempenho de desgaste em movimentos de rotação em alta frequência. E também para um menor coeficiente de atrito. Iglidur® J é a melhor escolha para movimentos rápidos e lentos. É altamente auto lubrificante e fornece um ótimo desempenho.

Na conferência de imprensa que aconteceu sexta passada, nós oficialmente começamos a iglidur® on tour por Taiwan. Taichung, residência da igus® Taiwan, foi a primeira cidade a ser explorada. Eu não quero mostrar a vocês apenas os templos, ruas pequenas e lotadas de Taichung (até porque a cidade é cheia deles, em 200km eu vi mais de 50 templos), mas sim algo único. Na periferia de Taichung, e próximo a um cliente de suspensão de bicicletas, você pode encontrar o conhecido Rainbow village.

Há anos e anos atrás, um senhor de 87 anos, conhecido como “Rainbow Grandpa” começou a pintar sua vila pequena e abandonada.

Ele não só pintou as paredes e as portas, mas também o chão. Ele não conseguiu me dizer o porquê que ele começou a pintar sua vila. Provavelmente foi uma mistura de estar entediado e também para salvar a sua vila de alguma demolição da cidade. De qualquer maneira, funcionou.

Após anos de trabalho, sua vila voltou a ter vida. Em cooperação com a cidade de Taichung, a vila ficou famosa já que se tornou um ponto turístico da cidade.

Da vila colorida fomos direto para o centro da ilha, aonde montanhas gigantes dividem o oriente e ocidente. Se você quer passar por estas montanhas, você pode pegar uma estrada que te leva até uma altitude de 3.200 metros.

O clima agradável do começo da viagem, de repente ficou ruim. Nós tivemos que enfrentar tempestades e nevoeiros, que é muito perigoso em rodovias montanhosas. Ainda bem que confiamos nas nossas buchas iglidur®. Em nosso carro nós também aplicamos iglidur® no tensor de correia. Nós substituímos duas buchas metálicas por nossas buchas. Iglidur® assegura um bom funcionamento no nosso alternador, mesmo em estradas exigentes como esta.

Além disso, nossas outras 54 buchas estão trabalhando muito bem. Passamos por todos estes climas pesados sem nenhum tipo de problema.

O que me surpreendeu bastante foi que ate mesmo numa altitude de mais de 3.000 metros, tudo continua incrivelmente verde. Todo tempo há chuva assim que os nevoeiros se encontram com as milhares de árvores.

As condições do clima fizeram dirigir uma tarefa difícil. Eventualmente, depois de algumas horas dirigindo em curvas, nós chegamos à costa leste. Cidades de pequeno porte estão escondidas no meio de montanhas gigantescas e verdes.

Na costa o carro estava enfrentando fortes ventos vindos do mar. Na verdade, o clima está mudando sempre. Em um minuto o sol está tão quente que ele te queima diretamente, mas logo depois cai uma chuva forte. O clima é instável e estamos chegando à temporada de chuvas.

Da costa estamos indo para Taipei.

Mais sobre a viagem no próximo post.

Mantenho vocês informados,

Sasha.

Coletiva de imprensa – Taiwan

Na sexta feira passada aconteceu a oficial largada da iglidur® on tour em Taiwan.

Além dos jornalistas, repórteres de uma TV local estavam presentes.

Não foi somente a imprensa estava na conferência, mas também representantes da prefeitura e duas instituições de caridade.

Três oradores conduziram a conferência.

Steven Lin, o diretor da igus® Taiwan, deu as boas vindas aos convidados e fez uma rápida apresentação de nossa companhia (aliás, o fundador da igus® Günter e Margret Blase estavam presentes também, pelo menos em forma de papelão).

Eu segui em frente mostrando como foram minhas viagens passadas. Sean Hsiao, o nosso gerente de produtos da iglidur®, finalizou mostrando todas as possibilidades de aplicações na indústria automotiva para os jornalistas.

A igus® irá doar um euro a cada quilometro percorrido para duas organizações que ajudam crianças com alguma deficiência. Uma delas é a Maria Social Welfare Foundation, que fornece reabilitações, suporte no aprendizado, formação profissional e consultoria para famílias com crianças deficientes.

Crianças como o Ting de cinco anos de idade serão beneficiadas com o nosso dinheiro. Ting esta sentando em uma cadeira que não é apropriada para a sua deficiência. Uma cadeira de rodas novas será a primeira coisa que eles irão comprar.

Lago Sun Moon

Finalmente chegamos a Taichung. Taichung não é somente a terceira maior cidade de Taiwan (2,6 milhões de habitantes), mas também é lar da filial igus®.

De Taichung nós começamos a explorar a ilha inteira. Taiwan é uma ilha bem verde com um clima quase tropical. Todo esse clima anda de mãos dadas com a umidade alta, que às vezes está tão alta que você quase consegue “nadar” pelo ar (pelo menos é assim que me senti). Neste momento a temperatura é de 30 graus e 80% de umidade.

Desconsiderando o seu tamanho pequeno, a ilha oferece variedades de paisagens. Nós planejamos dirigir em locais extremamente altos, além de visitar parques nacionais, praias tropicais e maravilhosas cachoeiras. Ao mesmo tempo, vamos visitar nossos clientes de diferentes segmentos.

Nos últimos dias estamos elaborando melhor a turnê e “libertando” o carro iglidur® da burocracia de Taiwan.

Embora passamos a maior parte do tempo lidando com isso, tive a chance de conhecer um pouco mais de Taichung. Se você um dia tem planos de vir a Taiwan, não se esqueça de visitar uma das “feiras” que acontecem pela noite.

Nestas feiras há uma variedade de comida Asiática. Uma delas é o bolo feito de arroz e sangue de porco (que não foi um dos meus preferidos, mas pensei que seria bem pior antes de provar).

E como primeiro de maio também é feriado em Taiwan, fomos para uma viagem durante o dia para o lago sun moon. O lago sun moon é o maior lago de Taiwan e um ponto turístico famoso (em especial para visitantes do país vizinho).

O nome do lago vem da ideia de que o sol nasce do lado oriental enquanto a lua nasce do lado ocidental. E, além disso, o que me chamou muita atenção é a cor brilhante da água.

 

Assim que você começa a sair de Taichung tudo começa a ficar verde e bem montanhoso. E como o lago é situado no meio de Taiwan, você fica bem perto das montanhas verdes que estão dividindo a ilha ao meio.

Após meia hora dirigindo, você tem a impressão de estar no meio de uma floresta tropical.

E esta ideia foi reforçada quando eu vi uma placa sinalizando os visitantes que há cobras venenosas e abelhas “assassinas”.

Para as pessoas que trabalham na floresta, existem três maneiras de ganhar dinheiro. Uma delas é recolher as palmas de Betel que está por toda parte junto às ruas, cortar bambus ou viver sobre o comercio de chá preto.

 

Plantação de chá preto próxima ao Lago Sun Moon.

Mas o que realmente me surpreendeu é que quando você acha que está longe de qualquer tipo de civilização, de repente encontramos um belíssimo templo no meio do nada.

O templo de Kong Ming está de pé desde 1901. O templo tem a maior imagem do Kong Ming, que foi considerado um grande líder além de ser um ótimo estrategista em sua época.

Estou muito animado para explorar mais ainda a ilha. Mantenho vocês em contato mostrando mais desta ilha incrível!

Sasha.

Página 18 de 21« Primeira...10...1617181920...Última »