Coletiva de imprensa – Taiwan

Na sexta feira passada aconteceu a oficial largada da iglidur® on tour em Taiwan.

Além dos jornalistas, repórteres de uma TV local estavam presentes.

Não foi somente a imprensa estava na conferência, mas também representantes da prefeitura e duas instituições de caridade.

Três oradores conduziram a conferência.

Steven Lin, o diretor da igus® Taiwan, deu as boas vindas aos convidados e fez uma rápida apresentação de nossa companhia (aliás, o fundador da igus® Günter e Margret Blase estavam presentes também, pelo menos em forma de papelão).

Eu segui em frente mostrando como foram minhas viagens passadas. Sean Hsiao, o nosso gerente de produtos da iglidur®, finalizou mostrando todas as possibilidades de aplicações na indústria automotiva para os jornalistas.

A igus® irá doar um euro a cada quilometro percorrido para duas organizações que ajudam crianças com alguma deficiência. Uma delas é a Maria Social Welfare Foundation, que fornece reabilitações, suporte no aprendizado, formação profissional e consultoria para famílias com crianças deficientes.

Crianças como o Ting de cinco anos de idade serão beneficiadas com o nosso dinheiro. Ting esta sentando em uma cadeira que não é apropriada para a sua deficiência. Uma cadeira de rodas novas será a primeira coisa que eles irão comprar.

Os primeiros dias.

Sejam bem vindos a terra dos dragões. Na verdade ainda não vi nenhum dragão. Mas, alguns arranha-céus, especialmente a torre de Xangai com cerca de 630 metros de altura, é tão impressionante quanto um dragão. Meu primeiro pensamento quando cheguei aqui foi “Uau!”.

A cidade é incrivelmente moderna, começando pela rodovia do aeroporto que é muito mais moderna que qualquer estrada da Alemanha, que eu tenho visto até agora. Ainda assim, apesar dos impressionantes arranha-céus não tenho muito o que dizer sobre Xangai. Ainda não tive tempo de explorar a cidade, mas com certeza farei isso e em seguida conto a vocês. Até então posso dizer que Xangai me lembra um pouco de Nova Iorque, que é certamente devido ao impressionante horizonte que esta cidade tem. O horizonte ficaria ainda melhor com um pequeno carro laranja a frente dele.

Bem, já o nosso carro. Tudo certo com a alfândega, mas ainda estamos esperando a aprovação de condução. Entretanto, nós trouxemos o carro para o centro de serviços para obter os líquidos recarregados que eles retiraram no aeroporto de Bangalore (Índia).

Durante a inspeção, nós fomos informados que o nosso câmbio automático não está funcionando mais. É chato, mas não atrapalhará nossos planos para a turnê, já que o carro é semi automático. Isso significa que podemos dirigi-lo manualmente também.

A propósito, estamos planejando rodar 6.000km. De Xangai para Pequim, a grande muralha da China e depois voltar. Este é um caminho pesado (existem varias cidades entre elas, que não me recordo no momento). E é claro, há dezenas de lugares e cidades que nós iremos visitar. Nossa viagem irá durar cerca de três semanas.

Na segunda-feira tivemos a conferencia de imprensa.  A conferencia foi aberta com um discurso do James Mao, CEO da igus® China, logo após Marc Poensgen (apresentação da iglidur® em geral), Fred Lu (apresentação da iglidur® no segmento automotivo) e Dirk Tietz (processo de adaptação) seguiu o discurso. Dirk também me apresentou como o motorista. Segui a conferencia dando uma revisão da Índia e uma rápida apresentação minha.

Por ultimo, o programa foi coroado com uma tradicional banda chinesa que tocou para todos os convidados.

A conferencia de imprensa foi muito bem sucedida. Cerca de 57 jornalistas de 45 jornais diferentes estavam presentes. Os jornais mal podem esperar para ver o carro circulando em seu país nas próximas três semanas.

Apesar de não poder levar o carro conosco, nós visitamos nosso primeiro cliente no dia seguinte. Nossos colegas chineses nos surpreenderam com o seu “caminhão de amostras” para in-house em empresas. Eu posso imaginar que a combinação do carro junto ao caminhão será muito impressionante. Mesmo sem iglidur®, na metade do dia já tínhamos enfrentado mais de 250 visitantes. E isso foi SOMENTE na filial da Johnson Controls, líder na fabricação de componentes para automóveis (Por exemplo, bancos e baterias).

Neste momento estou a caminho da administração chinesa de condução. Eu espero que a gente consiga autorização para dirigir em solo chinês hoje. Na verdade, isso é tudo que posso dizer. Uma vez que a turnê começou e eu tive a oportunidade de explorar Xangai, sou capaz de apresentar mais a vocês sobre a cultura deste país e pessoas. Mantenho vocês informados!

Sasha.