Mas afinal, para que servem as esteiras porta cabos?

Você também já fez essa pergunta?

Os novos equipamentos industriais, máquinas e sistemas automatizados realizam diversos tipos de movimentos para obter o máximo de produtividade e rapidez nos processos industriais…

Esses sistemas utilizam cabos que transmitem sinais, potência, dados ou diversas outros comandos e mídias. As esteiras porta cabos, exercem a função de organizar e proteger os cabos e mangueiras dos equipamentos, direcionando os movimentos sempre de um ponto até outro, otimizando a aplicação sem alterar o curso do deslocamento.

Ou seja, elas tem a seguinte tarefa: O fornecimento seguro de energia e dados para os equipamentos realizam movimentações.

A igus, empresa especializada em produtos para movimentação, costuma dizer que os sistemas de esteiras porta cabos são o “cordão umbilical da automação”. Nas máquinas modernas, as esteiras porta cabos estão diretamente ligadas ao perfeito funcionamento e aumento da produtividade, além de reduzir/eliminar o desgaste e estresse físico dos cabos e mangueiras nos equipamentos e paradas não planejadas. Elas evitam o evitando o “emaranhamento” e torção dos mesmos, além de melhorar a segurança para aqueles que operam as máquinas.

Porque esteiras porta cabos feitas em polímero são melhores? 

Não importa o quão especializado o design do sistema de esteira porta-cabos seja, sem materiais que são propriamente capazes de amortecer vibrações, danos e falhas ainda podem ocorrer eventualmente. Comparando as esteiras porta cabos feitas em polímero com as esteiras metálicas, vemos que os materiais de plástico são muito melhores e possuem diversas vantagens técnicas. Uma das principais está no amortecimento das forças de vibração, devido ao comportamento viscoelástico dos plásticos. O material plástico igumid G, que compõe as esteiras porta cabos® em plástico da igus®, é uma mistura proprietária, feita de uma base de uma poliamida 6 reforçada (PA6).

Misturas como esta de polímero são também capazes de amortecer vibrações ao usar a interface entre os componentes do material (isto é: fibras e outras estruturas misturadas ao longo da base de polímero) como um mecanismo para reduzir forças vibratórias. Quando comparado a outras opções de esteira de metal ou outro plástico, igumid G oferece uma capacidade de amortecer forças de vibração muito maior.

Além de serem mais estáveis, elas também possuem um funcionamento silencioso, são resistentes à altas temperaturas e à diferentes meios, sejam eles úmidos, sujos, aplicações exigentes… Elas são extremamente resistentes e possuem uma vida útil mais longa que as metálicas.

Elas também são desenvolvidas, para uso universal. Veja alguns dos diferenciais:

  • Utilizadas para diversos tipos de movimentos.
  • Instalação com economia de espaço.
  • “Portar” cabos bus sensíveis, cabos de dados e fibra óptica, assim como outras formas de energia como eletricidade, gás, ar e líquidos.
  • Podem ser utilizadas em casos que exigem alta capacidade dinâmica e demandas difíceis que afetam a vida útil dos cabos e mangueiras.
  • Operação em uma grande variedade de ambientes e climas.
  • Altas acelerações.
  • De montagem simples, sistemas modulares.
  • Manutenção reduzida e livre de lubrificação.

Projetadas para guiar e proteger
As esteiras porta cabos reduzem os tempos de inatividade e aumentam a vida útil de cabos e mangueiras. El
as tem sido desenvolvidas, produzidas e testadas pela igus® desde 1971, que atualmente conta com um portfólio de mais de 80.000 tipos em estoque. 

Para ver alguns exemplos de aplicação das esteiras porta cabos, acesse: https://www.igus.com.br/wpck/2876/designing_applications

Quer saber mais?
Visite: http://www.igus.com.br/echain

Plástico ou Metal?

Ainda tem dúvidas sobre as vantagens de usar componentes feitos em plástico ao invés de metálicos em suas aplicações?

Há muito tempos os materiais metálicos são escolhidos para soluções mecânicas por terem essa imagem de que são mais robustos e fortes e é muito comum subestimar a força dos plásticos compostos e suas habilidades. De alguns anos para cá, o uso de polímeros de engenharia em aplicações que envolvam movimentação, passou a ser cada vez mais frequente.

Vamos usar como exemplo rolamentos e mancais feitos em polímero, resumimos aqui alguns dos benefícios que eles promovem sobre os metálicos:

  • São resistentes ao desgaste
  • Promovem uma redução de custos em até 40% – pois são livres de lubrificação e livres de manutenção.
  • São resistentes à corrosão e higiênicos
  • Resistentes à sujeira, poeira e umidade
  • Os produtos igus possuem vida útil previsível, ou seja, é possível calcular a vida útil que o produto terá de acordo com a sua aplicação, facilitando possíveis eventuais manutenções preventivas.

Por serem feitos de polímeros e compostos especiais esses materiais apresentam grandes vantagens técnicas em aplicações que envolvem movimentação. Graças à sua elasticidade, eles também podem suportar altas cargas, fortes choques e impactos que podem quebrar as buchas e rolamentos metálicos.

Dê uma chance aos polímeros de engenharia e se surpreenda!

Buchas em polímero substituem com vantagens buchas metálicas

Ao longo das últimas 3 décadas, houve uma revolução no avanço e uso de plásticos altamente projetados em aplicação de buchas. Um fato desconhecido por muitas pessoas é de que as buchas em polímero iglidur® têm substituído com êxito as buchas metálicas sinterizadas há mais de 35 anos.

Buchas de plástico agora são projetadas para elevarem-se em alta velocidade e resistência, temperaturas extremas, produtos químicos cáusticos, e uma ampla gama de outros requisitos de aplicação e fatores ambientais.

E a fabricação de componentes em polímeros especiais por injeção oferece uma série vantagens imediatas:

  • São totalmente livres de lubrificação.
  • Possuem vida útil elevada e baixo atrito independentemente do tipo de movimento

Em vez ser regado com óleo e lubrificantes, o material das buchas em polímero é robusto e homogêneo, garantindo que ele opere de maneira eficaz independentemente do tipo de movimento ou da velocidade sem necessitar que seja lubrificado.

Comparação dos dois tipos de buchas – Plásticas x Metálicas 

Em cima: Buchas metálicas sinterizadas
O óleo [1] é absorvido pelo corpo poroso da bucha metálica [2] e garante a lubrificação apenas com velocidades de rotação elevadas. A camada de óleo necessária para garantir o funcionamento correto das buchas metálicas não existe em caso de movimentos de rotação lentos, lineares ou oscilantes. Regra geral, a quantidade de óleo disponível diminui ao longo do tempo de funcionamento.

Em baixo: Buchas de polímero iglidur®
A estrutura robusta e homogênea em polímero com lubrificantes sólidos e fibras de reforço [3], mas sem óleo absorvido, garante que os lubrificantes sólidos incorporados no material asseguram sempre a funcionalidade da bucha independentemente do tipo de movimento ou velocidade. Existe muito pouco atrito e desgaste ao longo de toda vida útil das buchas.

O desgaste é ponto crucial
As buchas metálicas, acabam sendo desgastadas durante a operação, nas buchas com película PTFE, por exemplo, a película fica desgastada gerando um efeito de metal sobre metal entre a bucha e o eixo; isso pode causar danos sérios ao eixo, ou desgaste da bucha. Este problema é muito comum quando buchas são usadas em aplicações de oscilação, ou onde altas cargas estão presentes nas bordas das buchas.

Em comparação, buchas desenvolvidas em plástico são feitas de compostos de polímeros avançados, que contém partículas de lubrificante sólido embutido em milhões de minúsculas câmaras ao longo de todo o material. Durante a operação, essas partículas de lubrificante sólido são transferidas para o eixo para ajudar a baixar o coeficiente de atrito e a taxa de desgaste, e eliminar o risco do contato de metal com metal.

Nas buchas de polímeros autolubrificantes os lubrificantes sólidos ficam embutidos em milhões de câmaras minúsculas do material principalmente reforçado com fibra. Durante a operação, a bucha transfere lubrificante para o eixo para ajudar a baixar o coeficiente de atrito. Ao contrário de uma bucha metálica, as buchas de polímero liberam lubrificantes sólidos assim que a bucha ou o eixo são colocados em movimento. Os materiais reforçados com fibra dentro dela resistem à altas forças ou à cargas laterais. Elas também podem ser utilizadas ​​em diversos tipos de eixos.

Para entender melhor como as buchas de polímero funcionam…

 

polímero base é crucial para a resistência ao desgaste.

 

Fibras e materiais de enchimento reforçam a bucha para suportar grandes forças ou cargas de ponta.

 

Finalmente, os lubrificantes sólidos automaticamente lubrificam as buchas e evitam o atrito no sistema.

Além das propriedades gerais, cada bucha iglidur® contém uma série de características especiais, desenvolvidas de acordo com cada tipo de aplicação particular em certos ambientes e necessidades, como para altas e baixas temperaturas, para ambientes úmidos, ou que sofrem com altas cargas.

No quesito preço, se formos comparar as buchas de plástico com outras buchas metálicas simples, os preços típicos por peça são muito similares. No entanto, as buchas de plástico eliminam qualquer necessidade de manutenção e lubrificação constante. Assim, ao longo da vida útil da bucha, as buchas de plástico autolubrificantes são geralmente mais econômicas e promovem maior redução de custo.

Tá esperando o que?

Soluções igus® para siderúrgicas e ambientes de trabalho exigentes

Ambientes com condições extremas em termos de calor e poeira, altas demandas de precisão, aplicações com cursos longos e equipamentos com movimentos dinâmicos, requerem soluções especiais e individuais para cada aplicação. A igus® conta com diversas soluções que podem otimizar as aplicações com movimentação em siderúrgicas e metalúrgicas! Reduzindo custos e facilitando o trabalho no dia a dia!

Nós temos a solução para inúmeros problemas enfrentados nessa indústria e evitamos completamente o aço e outros metais em nossos materiais. Mesmo em muitas aplicações pesadas, os sistemas de aço foram substituídos com sucesso por sistemas de fornecimento de energia feitos de plásticos de engenharia, de alto desempenho devido à sua extraordinária adequação e vantagens.

Alguns benefícios e diferenciais que você pode encontrar nessas soluções são:

  • Sistemas e soluções resistentes à corrosão
  • Design econômico e modular
  • Vida útil longa, com custos mínimos de manutenção
  • Resistência contra sujeira, produtos químicos e temperaturas elevadas
  • Material comprovado e testado com garantia do sistema igus®
  • Peso baixo com alta estabilidade
  • Certificado TÜV

Principalmente as esteiras porta cabos da igus® estão sendo muito mais utilizadas em milhares de aplicações, guiando protegendo cabos, linhas de dados e mangueiras em siderurgias.

Elas tem um sistema modular e são, além de tudo, fáceis de montar, transportam todos os tipos de condutores e são ideais para condução livre de desgaste de cabos e mangueiras rígidas. As esteiras porta cabos feitas de polímero podem lidar com cavacos quentes em temperaturas até +850°C, entre outras coisas.

Há algum tempo atrás era comum serem utilizados sistemas de esteiras porta cabos metálicas nesse tipo de indústria, mas aqui abaixo, apresentamos de forma interativa alguns argumentos que demonstram os diferenciais que as esteiras porta cabos, feitas em polímero de engenharia podem ter sobre essas soluções metálicas:

 

 

 

 

 

Você também pode saber mais informações em: https://www.igus.com.br/wpck/5393/steelworks

Confira aqui abaixo alguns exemplos reais de aplicações de sistemas de esteiras porta cabos em siderúrgicas e metalúrgicas:

Tarugos para uso em ambientes agressivos ou em áreas que necessitam de higienização

 

 

 

 

Você já conhece a linha de tarugos da igus®? 

São excelentes opções para quando não encontrar outras dimensões de produtos que você necessita em sua aplicação na gama de produtos de buchas e mancais iglidur®. São soluções ideais para quando precisa-se de um produto semi-acabado com excelentes coeficientes de desgaste e atrito. Eles podem vir no formato de barras, placas, tubos ou até perfis individuais para serem usinados da maneira ideal para sua aplicação. Mas afinal, o que são os tarugos iglidur®?

São barras feitas de componentes de polímero que são extremamente resistentes ao desgaste e coeficiente de atrito. Com os tarugos de plástico de alta performance iglidur®, você pode produzir componentes rapidamente e precisamente – nesse post focaremos mais os tarugos voltados para a tecnologia de equipamentos da indústria médica, para o uso em áreas que necessitam estar higienizadas, pois eles possuem uma ótima resistência à procedimentos comuns de esterilização, detergentes e desinfetantes ou até mesmo altas temperaturas.

Devido às suas excelentes propriedades de fricção deslizantes, assim como sua ótima resistência ao desgaste e à abrasão, os produtos motion plastics® são ideais para aplicações móveis.


 

 

 

Os tarugos estão sendo cada vez mais utilizados em máquinas e equipamentos para a indústria de tecnologia médica, pois possibilitam o uso de peças de uso contínuo onde a higiene é importante e a esterilização é constante.

Veja alguns benefícios do uso dos tarugos iglidur®:

  • Resistência química extrema
  • Resistente a hidrólise
  • Resistência à radiação
  • O produto universal para a esterilização com vapor
  • Resistente a abrasão e com baixo desgaste
  • Livre de lubrificação e livre de manutenção

Você pode encontrar muitas outras soluções e exemplos de aplicação relacionados à tudo o que há de mais moderno na tecnologia médica em
www.igus.com.br/medical

Como ter uma comunicação de cabos bus de forma segura, mesmo em aplicações suspensas

A igus apresentou o primeiro cabo de bus Profinet de alta resistência na SPS IPC Drives

Muitas vezes, os cabos de bus, devido à sua pequena seção transversal e construção mais frágil, alcançam o seu limite mecânico em aplicações suspensas. Por isso, a igus desenvolveu o cabo de bus CFSPECIAL.182.060 para Profinet com elementos de alívio de tensão especiais no revestimento exterior de PUR, que separam os elementos de bus sensíveis das altas forças tensoras. Agora, todas as aplicações verticais, como equipamentos de armazenagem e recuperação, podem ser equipadas com sinais de bus de forma confiável e segura.

Sinais de bus como Profinet são transmitidos através de cabos de bus especiais eletricamente coordenados, que devem cumprir parâmetros elétricos claramente definidos para garantir a transmissão correta dos dados. As seções transversais desses cabos normalmente são muito pequenas, pois a comunicação não requer muita energia. A vantagem disso, é que os cabos de bus podem ser muito finos. No entanto, essas estruturas pequenas e delicadas possuem a desvantagem que a sua durabilidade mecânica chega ao seu limite muito rapidamente em aplicações suspensas, dependendo do comprimento do cabo. Isso porque as máximas forças tensores admissíveis do cabo podem ser ultrapassadas com muita facilidade com o próprio peso. Por isso, a igus desenvolveu o novo cabo de bus CFSPECIAL.182.060 resistente à tração para Profinet. Devido à sua estrutura especial com elementos de alívio de tensão integrados, ele é adequado para aplicações suspensas de 100 metros e mais e é capaz de carregar o peso do cabo até 50 quilos. Como resultado, os novos equipamentos de armazenagem e recuperação agora podem confiar na comunicação bus. Assim, a igus é o único fornecedor do cabo CAT5e que oferece um cabo Profinet para forças tensoras mais elevadas, possibilitando a comunicação bus para 80 por cento de todas as aplicações de bus.

 

 

 

 

 

 

 

A estrutura de alívio de tensão do novo cabo de bus CFSPECIAL.182.060 para Profinet garante uma comunicação bus confiável, especialmente em aplicações suspensas.

Cabo especial testado com garantia

O novo CFSPECIAL.182.060 é blindado e possui um revestimento exterior de PUR resistente à abrasão com fibras de alívio de tensão integradas. O cabo é resistente a óleo e líquidos de refrigeração, assim como hidrólise e micróbios. O cabo também é muito resistente ao impacto e livre de PVC e halogênio. Como todos os cabos da igus, o CFSPECIAL.182.060 também foi testado no próprio laboratório de testes que se estende sobre uma área de 2.750 metros quadrados. Assim, a igus é o único fornecedor no mercado capaz de prometer uma garantia de 36 meses para os seus cabos.

Saiba mais sobre os cabos especiais de Bus em:  https://www.igus.com.br/wpck/11079/overview_Profinet_cables

 

Campanha de conscientização Janeiro Roxo alerta a população sobre a hanseníase

A igus® apoia esse mês a campanha Janeiro Roxo, que tem como foco reforçar e disseminar informações sobre a doença hanseníase e também desfazer preconceitos que tanto prejudicam o diagnóstico preventivo da doença.

A hanseníase é uma doença que afeta mais de 30 mil brasileiros por ano e segundo a Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH), instituição responsável pela campanha, o Brasil é o segundo país no ranking com maior número de casos no mundo, perdendo apenas para a Índia.

É uma doença crônica, infectocontagiosa e é transmitida de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para uma pessoa saudável suscetível. Ela pode causar incapacidades físicas se o diagnóstico for tardio ou se não tiver tratamento adequado.

A orientação é para que as pessoas procurem orientação médica assim que notarem manchas na pele, esbranquiçadas ou avermelhadas em qualquer parte do corpo, alteração da sensibilidade, sensação de formigamento ou dormências nas extremidades do corpo.

Informativo divulgado pelo IMIP (Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira).

Ofereça uma atividade diferente para seus colaboradores!

Treinamentos e demonstrações gratuitas de produtos e soluções para manutenção e projetos de novas máquinas. Reduza custos e aumente a tecnologia com diversas inovações e inúmeros produtos testados pela igus®

Investir no capital humano de sua empresa é sempre importante, manter os funcionários atualizados sobre as demandas do mercado, inovações e novas tecnologias é essencial. Por esse motivo a igus oferece treinamentos e palestras gratuitas em sua empresa para seus funcionários, apresentando os produtos igus e suas soluções para manutenção e projetos de novas máquinas, visando reduzir custos e melhorar a tecnologia de suas aplicações.

Os especialistas igus apresentam os últimos produtos e inovações voltados especialmente para sua empresa e setor de atuação, em seu local e sem custo algum. Toda a gama de soluções e produtos em plástico isentos de lubrificação para aplicações em movimento! Para todos os colaboradores interessados, de forma flexível e sem custo de deslocamento.


 

 

 

 

 

 

 

Conheça os benefícios em uma exposição igus® in-house:

  •  Você escolhe a data e horário!
  • Todos os colaboradores de sua empresa serão informados rapidamente e facilmente, em suas instalações.
  • Sem custos de viagem, acomodações e refeições.
  • Todos os novos produtos e especialidades igus® serão apresentados com foco direto para o seu negócio e aplicação.
  • Discussões e orientações com os especialistas.
  • Produtos para tocar e sentir, assim como amostras grátis e catálogos para serem distribuídos.
  • Além de promover uma atividade diferenciada para seus colaboradores.

Confira alguns comentários de participantes de edições anteriores:

 “Foi muito bom que nosso pessoal do departamento de manutenção pode também participar e perguntar, afinal eles nunca visitam as feiras”.

“Vocês configuram uma exibição adequada com todos os produtos, fantástico!”

“Ótimo que não haviam horários fixos durante o dia”

Inscrições e solicitações, podem ser feitas pelo formulário no site:
https://www.igus.com.br/wpck/5657/form_inhousefair

Aproveite a oportunidade de oferecer uma atividade diferenciada para seus colaboradores, sem custo algum.

Página 1 de 1812345...10...Última »